/ Aulas

Báhya Kúmbhaka Pránáyáma

A retenção sem ar.


O Báhya kúmbhaka pránáyáma é um dos vários respiratórios do Yoga, mas vale ressaltar que é uma técnica recomendada para yogins mais adiantados, que já tenham um bom tempo de prática e um bom domínio sobre as fases da respiração.

Báhya kúmbhaka também pode ser um outro nome para shúnyaka, a fase da respiração que consiste na permanência com os pulmões vazios. Podemos, portanto, descrever as quatro fases da respiração como:

  1. inspiração ou púraka;
  2. retenção com ar, kúmbhaka ou antara kúmbhaka;
  3. expiração, ou rechaka;
  4. retenção sem ar, shunyaka ou báhya kúmbhaka.

No caso do báhya kúmbhaka pránáyáma, o yogin deve fazer uma boa permanência com os pulmões vazios, mas sempre respeitando seus limites e consciente de que essa técnica pode trazer alguns riscos caso a retenção seja mais longa do que deveria.

Daniel Tonet

Daniel Tonet

Professor do Yoga desde 2001, fundador do Yoga em Movimento e autor do livro Respiração e Autoconhecimento.

Read More